Críticas | As Tartarugas Ninja: Caos Mutante

“As Tartarugas Ninja: Caos Mutante” estreia em 31 de agosto nos cinemas brasileiros.

Críticas As Tartarugas Ninja: Caos Mutante
“As Tartarugas Ninja: Caos Mutante” é uma distribuição da Paramount Pictures no Brasil. (Foto: Reprodução)

Existem diversas produções que estão presentes no imaginário popular. Alguns até mesmo que atravessam gerações com propriedade, e que se destacam por se reinventarem e adaptarem ao público contemporâneo.

Um desses casos é As Tartarugas Ninja, franquia de mídia criada pelos artistas Kevin Eastmen e Peter Laird em 1984. Com histórias em quadrinhos, séries animadas e filmes (live-action e animados), a franquia se adapta as novas gerações para se manter atual e conectar com fãs de idades diferentes, mantendo um lore atualizado para fácil reconhecimento.

Em As Tartarugas Ninja: Caos Mutante, somos apresentados as versões adolescentes de Leonardo, Donatello, Michaelangelo e Rafael. Com sonhos de se aventurarem pelas ruas de Nova Iorque, os jovens acabam envolvidos em uma perseguição contra um sindicato do crime. Ao lado de April O’Neil (dublada por Ayo Edebiri no original), tentam também conquistar a admiração dos cidadãos nova-iorquinos.

O estilo de animação rebuscado, misturando cartunesco e 3D, se destaca dentro de projetos que exploram uma abordagem original. E o roteiro, escrito por Jeff Rowe (que também atua como diretor), Benji Samit, Seth Rogen e Evan Goldberg, mostra com é divertido brincar com a mitologia de algo estabelecido há décadas, conversando com o público por essa familiaridade.

A dublagem brasileira, como sempre, é um dos pontos fortes de todo o longa-metragem. Além da rapidez da fala, típica de Gerações Z e Alfa, também conseguimos ver em expressões regionais ganhando força e, também, menções à cultura popular atual.

Assim, As Tartarugas Ninja: Caos Mutante se destaca por ser o mais original possível dentro de sua mitologia de quase quarenta anos. Seja a presença de boa parte de seus personagens ou uma cena pós-crédito que confirma o que poderá estar por vir na sequência em desenvolvimento, o longa-metragem animado não tem medo de ser “bobo”, espalhafatoso, apenas querendo divertir e atrair uma nova parcela da população para esse caos dos mutantes.

As Tartarugas Ninja: Caos Mutante estreia em 31 de agosto nos cinemas brasileiros.

Nota:
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

Descubra mais sobre Entre Séries

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading