Warner Bros. engaveta ‘Coyote vs ACME’ mesmo com gravações finalizadas

“Coyote vs ACME” finalizou de ser gravada em 2022, e testou positivamente com audiências.

Coyote vs ACME
Foto: Reprodução

A Variety informou hoje (9) que a Warner Bros. Pictures decidiu pelo engavetamento de Coyote vs ACME, filme híbrido com John Cena e Looney Tooney, que finalizou suas gravações em 2022.

De acordo com a publicação, a decisão permite ao estúdio a dedução de mais de 30 milhões de dólares em impostos.

Assim como Batgirl e Scoob! Holiday Haunt no ano passado, Coyote vs ACME foi aprovado e desenvolvido durante o mandado de Jason Kilar, antes da fusão com o grupo Discovery, e previsto para ser lançado pela HBO Max. Entretanto, David Zaslav, CEO atual da Warner Bros., mudou o foco dos lançamentos do grupo, e acredita que o filme não se encaixa na nova direção da empresa.

Em Coyote vs ACME, Wile E. Coyote se cansa dos produtos Acme falharam na sua perseguição ao Papa-Léguas, e decide contratar um advogado de out-door para processar a corporação. Além de Cena, Lana Condor e Will Forte também estavam no elenco.

Coyote vs ACME foi dirigido Dave Green e com James Gunn entre os produtores, que também atuou no roteiro ao lado de Samy Burch. Publicações estadunidenses ainda afirmam que o filme híbrido testou de forma positiva com a audiência, e a recusa da empresa em conversas com plataformas interessadas em lançá-lo em seu catálogo.

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

Descubra mais sobre Entre Séries

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading