Críticas | Belo Desastre

“Belo Desastre” estreia em 13 de abril nos cinemas brasileiros.

Image
Dylan Sprouse e Virginia Gardner estrelam a nova comédia romântica. (Foto: Reprodução)

Dos mesmos produtores do filme After, Belo Desastre promete cenas picantes e conflitos entre o possível casal, mas será que consegue entregar?

Estrelado por Dylan Sprouse e Virginia Gardner, Belo Desastre começa contando a jornada de Abby ao se separar do pai e ir estudar em uma faculdade em outro estado. Seguindo aquele clichê de garota boazinha e inocente, ela acaba se encontrando com Maddox, um lutador e famoso bad boy. Mesmo dando em cima de Abby, a garota consegue se manter focada e não dar muita bola para ele, mas tudo muda quando ela tem que morar no quarto dele devido a uma aposta entre os dois.

O filme, que carrega muitas cenas e acontecimentos clichês já vistos em outros filmes, consegue entregar bastante humor e ainda momentos picantes ao decorrer de suas quase duas horas de duração.

A atuação de Sprouse é algo que se destaca no filme, uma vez que estamos acostumados a ver ele no papel de mocinho em outras produções. Nesta, ele representa muito bem o papel de lutador, sendo em cenas de ação ou cenas mais íntimas – até dramáticas.

A trilha sonora do filme é outro ponto positivo, que consegue deixar as cenas mais hilárias ou mais apaixonantes, com a escolha certa de músicas na trilha sonora.

Portanto, Belo Desastre é um filme cujo conteúdo clichê já vimos em vários outros longas-metragens e, ainda sim, é um filme que vale a pena assistir. Com reviravoltas chocantes, romance, e acima de tudo, conteúdo humorístico, ele consegue equilibrar tudo e entregar uma experiência positiva ao ser assistido.

O longa-metragem é dirigido por Roger Kumble e produzido por Mark Clayman, Brian Pitt, Jonathan Deckter e Donald De Line.

Belo Desastre estreia em 13 de abril nos cinemas do Brasil.

Nota:
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

Anúncios

Descubra mais sobre Entre Séries

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading