Opinião | O Legado de ‘Game of Thrones’ para a TV mundial

“Game of Thrones” estreou em 17 de abril de 2011.

6got1
Série durou oito temporadas. (Foto: Reprodução)

Se há algo que podemos descrever como fenômeno na última década, com certeza iremos lembrar de Game of Thrones, que completou 10 anos no último dia 17 de abril. E, sendo honesta, acredito que nem a HBO, nem George R.R. Martin, que começou a escrever os livros na década de 1990, pensaram que iria ser algo tão grandioso.

A produção, que começou com um piloto fracassado, cresceu de maneira exponencial em seus oito anos de existência. Em seus 73 episódios, a trama de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), Jon Snow (Kit Harrington), Cersei (Lena Headey), e afins, se tornaram o grande assunto e a gansa dos ovos de ouro da emissora norte-americana. A série se tornou a mais pirateada, a mais assistida mundialmente, tudo se resolvia ao seu redor.

E não é de surpreender seu legado para a TV. A Variety escreveu um artigo interessante sobre o assunto, explicando que sem Game of Thrones, talvez não veríamos uma adaptação de O Senhor dos Anéis. A série estreia este ano ou no início de 2022 pelo Prime Video e custará quase 500 milhões de dólares só na sua primeira temporada

Mais que isso, a produção conseguiu atrair um novo olhar para produções de alto-risco, com orçamentos estratosféricos para a época. Pensar hoje que um episódio custava quase 6 milhões para ser produzido, se torna quase risível com o valor hoje investido por plataformas de streaming em alguns seriados.

Spin-offs

A HBO não planeja desistir tão fácil do universo criado por Martin. Ao lado dele, já pensou em diversos spin-offs e, um deles, House of the Dragon já começará a ser produzida para estrear em 2022. Ainda há a adaptação dos contos de Dunk & Egg, a história de Nymeria e outros projetos a serem considerados.

Game of Thrones se tornou algo que veremos em listas de “1001 séries para se assistir” e afins. Veremos seu legado nos próximos anos com mais objetividade, com o nascimento dos seriados derivados e, principalmente, quando legiões de fãs se sentarem na frente da TV para conhecer mais desse universo criado – e ainda não finalizado – por Martin.

Descubra mais sobre Entre Séries

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading