A Netflix Índia não comentou sobre o caso.

Político acredita que série ofendeu ex-premiê do país.

A Netflix Índia não comentou sobre o caso.
A Netflix Índia não comentou sobre o caso.

Um político indiano processou a Netflix por causa de Sacred Gamed, primeira série rodada no país asiático. As informações são da Reuters.

Segundo o processo aberto, Nicki Bhalla deseja que a plataforma de streaming apague “cenas ofensivas” e comentários depreciativos sobre o ex-premiê do país, Rajiv Gandhi. A petição diz que o seriado possui diálogos impróprios, ataques políticos e discursos que são de natureza depreciativa, assim, prejudicando a reputação do ex-primeiro-ministro.

Entre as cenas que o político pede que sejam suspensas, está uma que Gandhi é descrito como “fattu”, gíria hindi para covarde, e outra que imagens granuladas em um noticiário o mostram trocando apertos de mão com líderes mundiais, ao mesmo tempo que ocorre uma narração que o acusa de apaziguar grupos muçulmanos em um caso envolvendo o direito de divórcio para mulheres da religião.

O Tribunal Superior de Délhi adiou o caso para dar aos juízes e acusados tempo para estudarem a petição apresentada por Bhalla, que também é advogado e membro do partido de oposição do Congresso, que Gandhi liderou por sete anos até seu assassinato em 1991.

Nenhum representante da Netflix Índia comentou sobre o caso. Sacred Games é a primeira série indiana da plataforma de streaming, que deseja expandir mais no país.

 

Anúncios

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.