Anúncios

Resenhas | Sense8 – Especial de Natal

Série avança pouco, mas fortalece laço entre os personagens.

O seriado trouxe o frescor que precisava para intrigar os fãs que esperavam desde 2015 as resoluções. Agora, é esperar maio para compreender o que de fato significou esse episódio especial.
O seriado trouxe o frescor que precisava para intrigar os fãs que esperavam desde 2015 as resoluções. Agora, é esperar maio para compreender o que de fato significou esse episódio especial.

 

Após meses de espera, a Netflix liberou na manhã do dia 23 de dezembro o especial de natal de Sense8, série que foi abraçada por muita gente pelo muito, incluindo o Brasil (que ganhou destaque na abertura).

Em relação com a trama, o avanço é mínimo. Will e Riley ainda precisam se esconder (desta vez estão na Holanda), precisando evitar Sussurros a todo custo; a sexualidade de Lito é exposta, trazendo um assunto importante para ser discutido; Kala, recém-casada, não se sente confortável em transar com o marido e ainda lida com o questionamento entre escolher coração ou mente; Nomi e Amanita estão sendo caçadas e acham lugares para se esconder; Sun continua presa, mas ainda há gente tentando derrubá-la; Wolfgang lida com consequências do último episódio; e Capheus ainda é o esperançoso do grupo.

Com duas horas e quatro de duração, o episódio mostra seis meses da vida dos sensates. O fortalecimento entre o laço criado fica evidente a cada cena conjunta, e Lana Wachowski consegue mostrar diferentes dinâmicas que pouco foram vistas na primeira temporada.

Óbvio que em 120 minutos é difícil cobrir tudo que deseja, e isso é evidente como os seis meses passam sem perceber para o telespectador. Só sabemos as datas corretas por dois motivos: o primeiro é o aniversário deles (8 de agosto) e quando Riley informa que é quase novembro.

Um bom terreno é colocado para esperar a segunda temporada em 2017. As cenas finais mostram que tudo está fragilizado e que, a qualquer momento, tudo que conhecem e gostam podem mudar e ser destruído.

Sense8 semeou algo que poderá trazer surpresas em 5 de maio. Sussurros poderá não ser a única ameaça na vida dos sensates, e muito menos a última. A menção constante de Will a Angelica e sua conversa com Jonas mostram bem essa nova realidade que eles irão viver e explorar.

A série fez o retorno necessário para agradar aos fãs, algo como Sherlock faz sempre que apresenta um hiatus gigantesco de dois anos. O seriado precisa desse tempo para sobreviver a expectativa criada. Lana sabe e entende essa necessidade.

O seriado trouxe o frescor que precisava para intrigar os fãs que esperavam desde 2015 as resoluções. Agora, é esperar maio para compreender o que de fato significou esse episódio especial.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: