Resenhas | Marvel’s Runaways – 3ª temporada

“Marvel’s Runaways” é baseada nos personagens criados por Brian K. Vaughan e Adrian Alphona.

    “Marvel’s Runaways” foi adapatada para TV por Josh Schwartz e Stephanie Savage.

    A terceira temporada de Marvel’s Runaways, que chegou em 13 de dezembro pelo Hulu nos EUA, conclui uma trajetória satisfatória no mundo televisivo.

    Baseada nas histórias de Brian K. Vaughan e Adrian Alphona, a terceira temporada de Os Fugitivos traz a ameaça de Morgan Le Fay e termina o enredo da família Gibborim, iniciada ainda no primeiro ano da série.

    Lyrica Okano, Rhenzy Feliz, Gregg Sulkin, Arela Barer, Virginia Gardner e Allegra Acosta estão mais confortáveis como os adolescentes. Os atores conseguem explorar o potencial de seus personagens, seja no intelecto ou nas habilidades especiais.

    Marvel’s Runaways não apenas termina a história dos adolescentes, mas também redime os pais. Mesmo com fatalidades – algumas até contestáveis -, o núcleo adulto continua delicioso de ser assistido e com atores aproveitando a química existente em suas interações.

    Elizabeth Hurley somou ao elenco ao se apresentar como Morgan. A bruxa (e seu clã) se mostra uma adversária intrigante e que mexe emocionalmente com os heróis. A ameaça da Dimensão Sombria também ajuda ao trazer a sensação de urgência para a trajetória dos Fugitivos.

    Josh Schwartz e Stephanie Savage conseguiram realizar a maioria das narrativas dos quadrinhos. O episódio final de Marvel’s Runways deixa em aberto algumas possibilidades, enquanto concluí os enredos principais que envolvem Gert, Chase, Nico, Karolina, Molly e Alex.

    Marvel’s Runaways continuará a ser uma gostosa adaptação das histórias da Marvel, que prezou por algo conciso e que explorou o universo completo da empresa.

    Deixe seu comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    %d blogueiros gostam disto: