Anúncios

Resenhas | Marvel’s Runaways – 2ª Temporada

Produção da Hulu está em busca da sua própria narrativa, sem sair dos quadrinhos em que é baseada.

Arcos menores fazem parte do segundo ano dos Fugitivos.
Arcos menores fazem parte do segundo ano dos Fugitivos.

Abraçando o espaço de binge-watching, a Hulu soltou os 13 episódios de Marvel’s Runaways de uma só vez no último dia 21. Com boas surpresas – e arcos que merecem destaques em uma possível terceira temporada -, a série começa a estabelecer uma conexão maior com os quadrinhos.

Marvel’s Runaways sempre triunfou quando o assunto focava nos pais dos adolescentes. Entre traições e inimizades, o segundo ano mostrou que a única coisa que se importam, de verdade, são seus filhos (e não importa qual seja o método para trazê-los de volta).

Entre os seis adolescentes, Lyrica Okano e Rhenzy Feliz são os mais aproveitados em arcos separados. Os intérpretes de Nico e Alex brilham em momentos certos. Os roteiristas também acertam em mostram Gert (Ariela Barer) sofrendo com a ausência dos remédios para ajudar em sua ansiedade, mas poderiam aproveitar muito mais a atuação de Ariela, de Virginia Gardner, Gregg Sulkin e Allegra Acosta.

Os roteiristas tentam aproveitar de forma completa a descoberta de Karolina e sua descendência, e até mesmo mostrando como Jonah (Julian McMahon) chegou até o pai de Leslie (Annie Wersching). Porém, há uma demora entre os episódios para resolver problemas considerados rápidos (algo normal com o aumento dos números de episódios).

A introdução de quem os adolescentes irão enfrentar na possível temporada, é um movimento inteligente dos produtores. Principalmente considerando a ideia que eles estarão separados e novos aliados serão formados.

Como toda segunda temporada, Marvel’s Runaways luta um pouco para continuar sua mitologia. E, por ser baseada em quadrinhos, tenta balancear muito mais para agradar fãs antigos e novos dos fugitivos. A série está buscando sua própria narrativa, sua própria jornada.

Anúncios

Ana Guedes

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: