Anúncios

Resenhas | Euphoria – Primeiras Impressões

Com elenco jovem promissor, “Euphoria” se estabelece como o retrato cruel dos adolescentes americanos.

Zendaya é a protagonista da série.

A descrição base de Euphoria, nova série da HBO que estreia neste domingo, 16 de junho, às 23h, diz muito o que a nova aposta do canal quer fazer: mostrar uma geração em busca de aceitações e identidades, mergulhada em álcool, drogas e sexo.

Liderada por Zendaya, a produção traz uma realidade americana próxima ao que já é explorado incansavelmente por Hollywood. Desta vez, porém, Euphoria se destaca por mostrar de um jeito mais cruel o grupo de adolescentes.

O primeiro episódio (totalmente introdutório) é recheado de voice over para contextualizar o público o que poderá esperar nas próximas semanas. Desde slut shamming, o uso de drogas e até a busca de identidade em um novo lugar, os temas variados conectam os adolescentes, com a intenção de fazer as reviravoltas surpreendentes.

Além disso, o elenco formado Maude Apatow, Sydney Sweeney, Hunter Schafer, Jacob Elordi, Algee Smith, Barbie Ferreira e Storm Reid trazem uma efervescência ao projeto de Sam Levinson. A mistura de identidade – e com atores que são ativistas e personalidades conhecidas do público jovem -, faz do elenco algo relacionável e acertado por parte da produção.

Euphoria também se aproveita do fato de ter Drake e Future como produtores executivos. A música e as cores fazem parte da narrativa, parte da própria identidade da série.

Por fim, a nova produção da HBO se destacará pela forma lúgrebe que falará de uma geração (estadunidense) que se sente perdida, traumatizada e, principalmente, incompreendida por aqueles que os cercam. Euphoria não poupará seu público em trazer o choque e ser verossímil com o próprio título.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: