Episódio também marcou a despedida de Steven Moffat.

Especial, que marcou a despedida de Peter Capaldi, mostra novamente como lidar com despedidas.

Episódio também marcou a despedida de Steven Moffat.
Episódio também marcou a despedida de Steven Moffat.

Despedir-se de uma personagem não é fácil. Seja como ator ou telespectador, criamos uma empatia e certa devoção a personagem e, quando chega o momento da série mudar, cancelar ou qualquer que seja o motivo, precisamos falar um “obrigado e até logo”.

Talvez esse seja o motivo de Doctor Who ter investido tão pouco na história e focar em sentimento neste episódio especial de natal. Tanto Peter Capaldi, que interpreta o 12º Doctor, quanto Davud Bradley, que interpretou a primeira face do personagem título no episódio, lutaram conta a regeneração. Assim como as outras anteriores, como Matt Smith e David Tennant, o passado assombrou Capaldi e suas aventuras e companhias eram essenciais para que continuasse.

O personagem de Mark Gatiss serviu apenas como uma desculpa, algo para mostrar que mudar o tempo não resolve nada e que precisamos aceitar nossos destinos. Assim como Bill (Pearl Mackie), que mostrou ao Doctor que as memórias continuam. Até Clara (Jenna Coleman) e Nardole (Matt Lucas) voltaram para se despedir e falarem que um novo começo estava chegando.

Marcando a despedida de Steven Moffat e Peter Capaldi da série, os momentos finais trouxeram Jodie Whittaker como a 13ª Doutora, a primeira mulher a assumir o personagem de mais de 50 anos. Enquanto Capaldi trouxe uma seriedade, ela talvez trará uma leveza e uma força ainda não vista pelos telespectadores.

Diferentemente de Smith, que encerrou sua jornada como o personagem no especial de 50 anos, a despedida de Capaldi serviu como um fim de um era. Algo semelhante ocorreu quando Tennant se despediu do papel, porém, agora, encerra muito além do que o 10º interprete do Doctor poderia querer. Mesmo com altos e baixos em suas temporadas, Capaldi e seu carisma conseguiram deixar a base da fãs intacta, buscando sempre acolher assuntos importantes, mesmo com Moffat sendo o showrruner.

O episódio especial serviu para marcar despedias e mostrar que, novamente, está tudo bem não querer partir, mas que sempre teremos novos começos.

 

Anúncios

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.