Anúncios

Resenhas | Descendentes 3

Fim de uma era, “Descendentes 3” parte para um futuro desconhecido.

Franquia iniciada em 2015, filme é estrelado por Dove Cameron, Sofia Carson, Cameron Boyce e Booboo Stewart.

Iniciada em 2015, a franquia Descendentes chegou ao fim nesta sexta-feira, 2 de agosto, pelo Disney Channel. Com números musicais extravagantes (cortesia do diretor Kenny Ortega), o terceiro filme é um fechamento bonito para os protagonistas.

Desde o início – e estendida principalmente no segundo longa-metragem -, essa é trajetória de Mal (Dove Cameron) e seus ajudantes. Mesmo que Evie (Sofia Carson), Jay (Booboo Stewart) e Carlos (Cameron Boyce) tenha recebidos destaques e histórias paralelas, Descendentes quis mostrar a filha de Malévola no centro de tudo.

O terceiro filme não foge dessa premissa. Mal começa recrutando novos filhos de vilões na Ilha dos Perdidos, parte para um noivado com Ben (Mitchell Hope); tem um embate exaustor com Hades (Cheynne Jackson), algo que a leva a querer fechar a barreira entre a Ilha e Auradon para sempre.

No meio disso tudo, tem Audrey (Sarah Jeffery). A filha da Bela Adormecida vira a grande vilã de Descendentes 3 (algo especulado) e mostra que, pelo menos, o longa-metragem ainda deseja ser político e mostrar que há muito mais em uma pessoa do que conhecemos.

A história simples consegue conquistar o público. Além disso, o final em aberto consegue mostrar que há um possível futuro para a franquia. Entre tantos vilões e heróis da Disney, ficará difícil não retornarem para Auradon.

Descendentes 3 não é o melhor filme já realizado pelo Disney Channel. Mas suas músicas com números de dança, a busca pelo amor verdadeiro, e novas amizades, fazem do longa-metragem algo apreciado.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: