Resenhas | Defending Jacob

Minissérie está disponível pela Apple TV+.

    Chris Evans protagonizou e produziu a minissérie. (Foto: Reprodução)

    É difícil colocar em palavras todos os sentimentos ao assistir Defending Jacob, minissérie da Apple TV+. O thriller, inspirado em livro homônimo, consegue fazer o telespectador questionar sobre a culpabilidade.

    O enredo é simples: em Massachuetts, um garoto é encontrado morto e logo se torna o principal caso da cidade. Andy Barber é o principal promotor de justiça e ficará dividido após seu filho virar o principal suspeito do caso.

    A história consegue intrigar, desde sua estrutura que brinca com a noção da realidade, até sobre o crime está no centro da narrativa. Defending Jacob não pretende realizar algo fora da zona de conforto, sustentando-se apenas nas emoções.

    Chris Evans lidera o elenco da minissérie. Em seu primeiro projeto exclusivo para a televisão, o ator cativa ao se jogar nos sentimentos de um personagem em conflito. Quando Andy Barber precisa começar a ser defensor do filho (e acreditar em verdade que está imersa em dúvidas), suas mentiras precisam virar sua salvação.

    Michelle Dockery novamente traz uma atuação fantástica. Laurie Barber é o pilar da minissérie da Apple TV+, crescendo nos oito episódios e se transformando até o momentos finais.

    Defending Jacob consegue explorar a dualidade da verdade e o peso da culpa. As respostas balançam em uma corda-bamba e acabam por frustrar o telespectador por não ter resolução.

    A minissérie segue bastante o enredo do livro escrito por William Landry, sendo diferente apenas na conclusão quando o jogo com a verdade e a culpa se intensifica. Ao brincar com as emoções, a minissérie consegue se tornar inquieta.

    Defending Jacob está disponível pelo Apple TV+.

    Deixe seu comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    %d blogueiros gostam disto: