Séries possuem seus defeitos, mas são positivas para a emissora

Saiba o que achamos das séries da fall season da Fox.

Séries possuem seus defeitos, mas são positivas para a emissora
Séries possuem seus defeitos, mas são positivas para a emissora.

The Orville (estreou 10/09) – A comédia sci-fi de Seth MacFarlane é mediana. Os episódios que seguirão trouxeram melhores resultados que o episódio piloto, mas seguem com o mesmo problema: a falas intermináveis sobre a traição da personagem de Adrianne Palicki.

Com atores interessantes e a tentativa de mostrar espécies diferentes (do planeta onde todos são masculinos, que acreditam que a espécie humana são idiotas e do que todos são super-fortes), a série faz belos discursos para a sociedade atual e como ela interege com os diferentes.


The Gifted (estreou 02/10) – A série mutante da Fox é incrível. Em um universo onde os X-Men desapareceram e o governo caça aqueles com gene mutantes, a série, cujo o primeiro episódio foi dirigido por Bryan Singer, acerta em todos os detalhes e consegue imprimir uma marca singular.

O aparecimento de mutantes conhecidos dos que acompanham os quadrinhos e filmes, além de novos, traz um respiro de alívio para aqueles que gostam da franquia.

O elenco, mesmo grande, se destaca individualmente. Matt Nix é incrível no roteiro e consegue trazer elementos conhecidos da audêincia.


Ghosted (estreou 01/10) – A comédia com elementos sobrenaturais é acertada pelo elenco que possui. Adam Scott e Craig Robinson são incríveis e conseguem trazer uma química logo nos primeiros momentos.

O elenco de apoio é carismático e a história faz valer o episódio piloto.  Os episódios seguintes conseguem melhorar e trazer novas dinâmicas ao pequeno grupo, além de explorar bem suas histórias pessoais.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.