Comédias são os destaques da emissora.

Saiba o que achamos das séries da fall season da CBS.

Comédias são os destaques da emissora.
Comédias são os destaques da emissora.

Young Sheldon (estreou 25/09) – A versão mais nova de Sheldon Cooper é encatadora. Iain Armitrage faz o personagem mais agrável, algo que foi incrível de ver nas primeiras temporadas de The Big Bang Theory e que aparece em alguns momentos na série-mãe.

A falta de risadas falsas e do público ajudam muito a comédia. A delicadeza de como a transição entre a infância e adolescência do jovem gênio será tratada, é a grande chave para o sucesso da série.


Me, MYSELF, and I (estreou 25/09) – Com a premissa estranha de três versões do mesmo personagem, a comédia é uma surpresa agradável e que funciona pela esperteza de como são tratados os assuntos.

Bobby Moynhan, Jack Dylan Grazer e John Larroquette conseguem imprimir as mesmas manias em Alex Riley. Os três atores conseguem colocar, também, seu próprio toque, algo que criamos ao longo dos anos.

A comédia é gostosa e incrível de ser assistida.


SEAL Team (estreou em 27/09) – Com David Boreanaz no elenco, a série é mais uma militar entre tantas americanas. A culpa de um personagem antes do piloto é o que trilha o primeiro episódio e como o exército americano é forte e imbátivel, tentando proteger a Terra de qualquer ameaça.

Não há novidades e terá casos semanais, explorando as vidas profissionais e pessoais e como afetarão como analisam cada caso.


Wisdom of the crowd (estreou 01/10) – A nova Person of Interest da CBS, a série também irá trabalhar casos semais. A ideia de um criador de aplicativos que, um ano após a morte da filha, resolve criar algo que dê evidências em tempo real parece incrível, se não fosse pela sonho impossível dos criadores que a população irá ficar parada e aceitar alguns dos que estão sendo “caçados”.

O elenco é ótimo e saberá atingir o que o telespectador americano gosta.


9JKL (estreou 02/10) – A pior comédia feita pelas emissoras americanas até o momento da fall season. Piadas repetidas e o sequências intermináveis, a série perde um grande elenco com piadas sobre o tempo em que o protagonista está sem sexo após o divórcio e gritando para todos ouvirem, como isso realmente fosse algo importante.

O episódio piloto é extremamente fraco e perde o charme que poderia, por ter sido inspirado em eventos reais, criar ao longo dos episódios.


SWAT (estreou 02/11) – A série estrelada por Shemar Moore mostrará o dia-a-dia de uma equipe da S.W.A.T. em Los Angeles. Mais um procedural que deverá agradar os americanos e que possa mostrar o abdômen de Moore a cada três cenas.

O piloto não é incrível e deverá lidar com a vida pessoal e profissional dos personagens.

Anúncios

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.