Bull | Amblin Television, produtora de Steven Spielberg, deixa de produzir a série da CBS

CBS renovou “Bull” para a quarta temporada hoje, 9 de maio.

Acusações de assédio sexual dentro do set foram expostas por Eliza Dushku.

A Deadline informou hoje (9) que a Amblin Television, a produtora de Steven Spielberg, deixará de produzir Bull após as alegações de assédio sexual envolvendo o ator Michael Weatherly por parte da atriz Eliza Dushku.

Em nota, a produtora citou o desligamento com a atração, mas não informou outros detalhes. Darryl Frank e Justin Falvey, copresidentes da produtora, eram produtores executivos de Bull.

No fim de 2018, Eliza Dushku comentou, em um artigo para o Boston Globe, que sofreu assédio sexual dentro do set de Bull durante sua participação, incluindo sobre ambiente tóxico e comentários lascivos. A CBS ofereceu US$ 9.5 milhões para que a atriz não comentasse sobre o assunto e Weatherly negou que foi o responsável pela demissão da atriz, mas admitiu que teve um comportamento “desapropriado e não-engraçado”, e se desculpou.

Spielberg e Kate Capshaw conversaram com Eliza e, por serem apoiadores do movimento Time’s Up, não desejaram mais participar do projeto, apesar de Bull ser uma das séries mais lucrativas atualmente.

Criada por Dr. Phil McGraw e Paul Attanasio, Bull é inspirada no começo da carreira de McGraw, combinando psicologia, intuição humana e dados tecnológicos para aprender o que fazem jurados, advogados, testemunhas e acusados atuem.

A CBS renovou Bull hoje para a quarta temporada junto com outras produções da emissora norte-americana.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: