Advogado ameaça processar ‘The Good Fight’

Chamado de “impostor”, Alan Darshowitz demanda pedido de desculpas de produtores.

Caso aconteceu no episódio final da quarta temporada de “The Good Fight”. (Foto: Reprodução)

A Variety reportou hoje (31) que Alan Dershowitz, advogado do caso de Jeffrey Epstein, está ameaçando a CBS All Access de processo caso um pedido de desculpas não seja feito por ter sido chamado de “impostor” no episódio final da quarta temporada de The Good Fight.

Em carta obtida pela publicação, os advogados de Dershowitz pedem que o episódio seja retirado do ar e que uma retratação e desculpas sejam emitidos pela plataforma de streaming. Ainda de acordo com os advogados, o capítulo sugere, falsamente, que Dershowitz se envolveu em condutas sexuais com uma garota menor de idade associada a Epstein, “e é desonesto, inescrupuloso e mentiroso sobre isso, ou seja, um impostor”.

Os advogados completam que a isenção de “opinião” do roteiro mostra que a CBS sabiam que as declarações presentes no episódio eram difamatórias, mas que buscaram contornar a responsabilidade.

O conselho geral da ViacomCBS respondeu à carta defendendo o episódio, dizendo estarem confiantes que nenhum membro da audiência iria concluir que Dershowitz é um impostor baseado apenas em uma linha de opinião de um personagem fictício em um seriado, se opondo as publicações factuais que também o chamaram exatamente assim.

Jeffrey Epstein, financista dos Estados Unidos, foi condenado por abusos sexuais, tráfico sexual, entre outros delitos, em 2019. Cometeu suicídio em agosto do mesmo ano, dentro de sua sela na prisão. Entre as pessoas envolvidas com Epstein, estão Donald Trump (atual Presidente dos EUA), Príncipe Andrew, e Bill Clinton.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: